segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Por que você quer tanto isto? - Porque disseram que eu não conseguiria.

"Vou ser extremamente sincera, eu digo que sou forte, mas é pra esconder minhas fraquezas. Eu digo que não vou sentir saudades, mas passo noites lendo mensagens e revendo fotos. Eu digo que não correria atrás, mas na primeira oportunidade estou tentando fazer as coisas darem certo. Eu faço isso por mim, não é nem por você, só faço pelo medo de desperdiçar mais uma chance com você, de ver minha felicidade escapar e correr o risco de dizer depois que não fiz nada pra segurá-la. Então, eu faço, corro, choro, imploro, mas não deixo de tentar."








Tenho minha cabeça feita, sei o que é certo e errado. Se quero optar pelo errado não é por ingenuidade ou por infantilidade, é algo a ver com tendência ou atração. Não pretendo ter um estilo de vida exemplar, até porque quando andei idealizando esse tipo de coisa só consegui ser taxada de chata e não me senti inteiramente satisfeita.
Mesmo após quase três anos ainda o acho meio misterioso. Não compreendo completamente certas atitudes...


Cansei de repetir tantas falas e tantos pensamentos! Só posso esperar e decidir algumas coisas. Vou lutar por ele até quando eu puder.
Ah, paciência! Se vc existe, por favor apareça!
Não posso mais perder oportunidades. Quero fazer tudo que der na telha. Às vezes tenho a impressão de que está estranho, que as coisas não são mais como antes. Não sei o que fazer. Ando tão sem autocontrole. Só sei que não aceito tê-lo perdido. Sei que não sou a mesma, mas ele também está tão diferente. Não entendo bem porque desaprovo certas coisas, só tenho a impressão de que não é certo e por mais que eu esteja tentando falar numa boa é difícil dizer o que penso. 
Ao mesmo tempo que quero que o tempo passe logo tenho medo do futuro. E se as coisas não forem como espero? E se nada der certo?
Meu pai tem razão, eu penso demais. Fico planejando e acabo perdendo o presente. Mas como faço pra mudar? Como posso deixar de ser tão preocupada sem me esquecer de ser responsável e continuar a ser eu mesma? Que situação! Não consigo nem ao menos organizar meus pensamentos.
As incertezas da vida me deixam tão insegura e com medo. Como quero que as coisas dêem certo. 
Mas pra isso tenho que parar de fazer burrada...

Um comentário:

  1. Bacana seu blog Luiza! Vou virar seguidora! Acompanhe o meu também!

    ResponderExcluir